Textos - Final de Ano

ADULTO

Final de Ano

O ser humano tem a necessidade de controlar o externo e por muitas vezes se mostra apreensivo e inquieto. Com o final do ano as pessoas logo começam a fazer planos para o ano seguinte. Fazem pedidos, tentam prever o futuro, não querem sentir-se perdidas, querem controlar o que esta por vir e antecipar os acontecimentos.

Outro fator relevante é que a evolução tecnológica se mostra acelerada mais do que nunca. O ser humano acelera com ela. As exigências aumentam e isto influência diretamente na vida das pessoas deixando-as muitas vezes perdidas frente às novas evoluções e frente ao futuro, estimulando a se antecipar.

As pessoas criam expectativas para o futuro não só pelo desejo de controla-lo, fazem isto também por ambição. O ser humano é insatisfeito por natureza, e deseja sempre mais, procurando a cada ano que passa atingir metas.

Este desejo de alcançar seus objetivos lhe impulsiona para ir enfrente, lhe mantém otimista e com energia para enfrentar os obstáculos.

Porém, quando as expectativas são elevadas, ou quando a pessoa não considera possíveis entraves, pode vir a ficar muito frustrada e deprimida.

Se a chegada do ano novo para muitas pessoas é momento em que se renova as esperanças, por outro lado, o final do ano é também um momento em que as pessoas fazem um balanço do que se passou, o que ganharam e o que perderam.

E assim, o ser humano passa os anos, entre lamentos e um renovar de esperanças.

Rosângela Martins
Psicóloga
CRP 07/05917






Localização dos Consultórios:
Centro Histórico de Porto Alegre:
Rua Gen. Andrade Neves, 155 conj. 63 – Centro - Porto Alegre - Telefones: (51) 3225.1171 e (51) 98337.4242

Atendimento de segunda à sábado
rosangelamartinspsicologa@gmail.com
Desenvolvido por Brainstorm Soluções Inteligentes | www.bstorm.com.br