Textos - Fobia

ADULTO

Fobia

Quem tem um quadro de fobia sente um medo excessivo, persistente e sem fundamento, em relação a um objeto ou uma situação.

A pessoa fóbica entende ser inexplicável seu temor, mas não consegue evitar a forte angustia que experimenta diante de determinadas situações. Embora não seja uma condição capaz de desencadear um medo real, o fóbico experimenta tal situação sentindo todos os sintomas físicos e psicológicos como se fosse uma situação perigosa e ameaçadora.

O objeto ou situação que desencadeia a reação de fobia tem um significado particular para a pessoa. Este significado é de ordem inconsciente e é por isto que, embora entenda que não tem por que temer, mesmo assim, não consegue controlar o que sente.

A pessoa quando tem uma reação fóbica manifesta alterações físicas. As mais freqüentes são: transpiração, respiração acelerada, opressão no peito e taquicardia.

A fobia gera para a pessoa sofrimento e limitação na vida social,profissional e afetiva. Para a melhora deste quadro a psicoterapia é indicada.

Alguns exemplos de fobia são: Agorafobia (medo de lugares abertos ou públicos), claustrofobia (medo de lugar fechado), patofobia (medo de doenças) fobia social, demofobia (medo das multidões) etc.

Rosângela Martins
Psicóloga
CRP 07/05917






Localização dos Consultórios:
Centro Histórico de Porto Alegre:
Rua Gen. Andrade Neves, 155 conj. 63 – Centro - Porto Alegre - Telefones: (51) 3225.1171 e (51) 98337.4242

Atendimento de segunda à sábado
rosangelamartinspsicologa@gmail.com
Desenvolvido por Brainstorm Soluções Inteligentes | www.bstorm.com.br