Textos - O Ódio no Amor

ADULTO

O Ódio no Amor

Quando se pensa no amor logo o que vem em mente são sentimentos sublimes. No entanto amor também tem cara feia.

A intenção neste texto é mostrar que o ódio pode ter também uma relação intima com o amor

Parece estranho pensar em encontrar o ódio como uma das formas do amor. Mas sim, lá esta ele, disfarçando o amor.

Neste caso, a pessoa odeia o amado, mas isto não representa que ela queira se livrar dele, embora pareça que sim, mas o desejo é de preserva-lo, manter a imagem deste acessa e presente quando a via do amor esta impedida.

Pensando sobre algumas formas em que o ódio substitui o amor, relatarei algumas destas situações:

Há casos em que a pessoa amada se afasta deixando muito sofrimento naquele que ama. Este, que não se encontra preparado para esta ausência, fica muito frustrado com o abandono e pode substituir o amor pelo ódio. Desta forma o ódio estaria assim mantendo a ligação à pessoa amada, uma face do amor, enquanto precisa de tempo para elaborar esta perda.

Ódio como um sentimento que tenta inconscientemente preservar em desespero a figura amada. Uma forma dissimulada de manter a vinculação.

Na relação entre pais e filhos, principalmente na adolescência, algumas vezes o ódio ocupa o lugar do amor. A intenção não é de ataque ao outro, mas sim ao tipo de vinculo. O objetivo nestes casos é a busca de uma nova ordem à relação.

O jovem neste momento luta contra a sua dependência dos pais e daqueles dele. Precisa, por um movimento natural do seu desenvolvimento, buscar um espaço que permita a diferenciação e a identificação, a fim de atingir novos níveis evolutivos.

Como afastar-se de uma relação com a qual se tem tanto apego não é fácil, à luta interna e externa às vezes se manifesta pelo ódio, que se apresenta como uma tentativa de abertura de um espaço entre eles, para que deste lugar emerja aos poucos ao jovem, uma nova identidade.

Assim o adolescente em determinados momentos odeia seus pais, e seu ódio tem uma intenção de uma preservação dos bons laços com estes, mas agora com a necessidade de que ocorra dentro de nova dinâmica. Muitos pais ficam assustados com este sentimento e se ressentem, porém o objetivo nestes casos é pelo bem, como um remédio amargo que em algumas situações ambos precisam tomar.

É um sentimento transitório, depois de mais seguro consigo mesmo e com o vinculo para com os pais, o jovem abandona este sentimento.

Em alguns casos o ódio aparece quando alguém sente dificuldades de viver relações de proximidade e intimidade afetiva com o outro.

O amor para algumas pessoas representa um perigo, desencadeando assim um mal estar e ansiedade. O amor nestes casos passa a ser negado emocionalmente pela pessoa e o ódio assume seu lugar com a intenção de protegê-la daquilo que ela julga ser uma ameaça.

Também se observa o ódio manifesto de alguém por uma pessoa, com o intuito de acionar e despertar nesta, outros sentimentos mais íntimos. A intenção é buscar ser vista por aquele que ama. Como não consegue ser percebida naturalmente, busca através de artimanhas, mesmo que desperte sentimentos desagradáveis, afetar o outro a fim de entrar em contato com aspectos mais reservados desta pessoa.

Teme desta forma a indiferença, que pode ser sentida até mesmo quando é bem tratado por esta pessoa. No entanto, esta atenção não lhe satisfaz e busca provocar negativamente este outro, como se através de suas provocações pudesse extrair desta pessoa sentimentos mais profundos. Assim, vindo a ser odiada, seria vista e ocuparia algum lugar de importância para a pessoa amada.

Indicação de Filme:

Nome: Orgulho e Preconceito

Direção: Joe Wright

Ano: 2006

Gênero: Romance - Comédia

País: França, Reino Unido e EUA

Rosângela Martins
Psicóloga
CRP 07/05917






Localização dos Consultórios:
Centro Histórico de Porto Alegre:
Rua Gen. Andrade Neves, 155 conj. 63 – Centro - Porto Alegre - Telefones: (51) 3225.1171 e (51) 98337.4242

Atendimento de segunda à sábado
rosangelamartinspsicologa@gmail.com
Desenvolvido por Brainstorm Soluções Inteligentes | www.bstorm.com.br