Rosângela Martins Psicóloga

Especialista em Psicologia Clínica (CRP 07/05917)

  • 30 anos de experiência em Psicoterapia
  • Psicoterapia de Orientação Psicanalítica
  • Avaliação Psicológica
  • Psicoterapia à Adolescente e Adulto
Primeiro Atendimento sem Custo: Informe-se

Você encontrou aqui um lugar ético de escuta e acolhimento.
Seja bem vindo!

O papel do Psicólogo é proporcionar o suporte e apoio necessário para lhe ajudar na compreensão dos motivos de suas dores e angústias, além de ampliar a sua percepção de si e do meio que o rodeia, melhorando assim sua qualidade de vida.
Conte conosco!

Psicoterapia (Presencial ou Online)

Está indicada para estados de:

  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Estresse;
  • Alteração fisiológica (no sono, alimentação e sexualidade) entre outras...
  • Sintomas que interferem na vida habitual ou acarretam dificuldades e ou limitações na vida profissional, escolar, relação interpessoal, e ou na vida afetiva.
  • Como forma de autoconhecimento e crescimento pessoal
  • Contribui também para ampliar a perspectiva de vida.

Psicóloga em Porto Alegre

Agende sua Consulta!

Psicóloga online



Textos Diversos

Leia outros...


Texto em Destaque

Ataque de Pânico - Saiba como identificar

       A característica principal de um ataque de pânico é a manifestação súbita de um intenso medo, como se algo muito grave fosse ocorrer, muitas vezes acompanhada pelo medo de morrer ou de perda de controle e orientação, bem como o medo de se tornar insano.
       Este sentimento é acompanhado de reações físicas e as mais comuns são: aceleração dos batimentos cardíacos, tremores, náuseas, respiração acelerada, sentimento de sufocação e suor.
       Há um desejo intenso de sair do lugar aonde se deu início a crise e devido ao sentimento de desamparo é comum o apelo por uma assistência a fim de tirá-lo do estado em que se encontra.
       Como a experiência de ataque de pânico foi traumática para a pessoa ela passa a temer um novo episódio. Com este temor passa a mudar seu comportamento como uma tentativa de evitar possíveis desencadeadores de seu mal estar.
       Quem teve o ataque do pânico passa muitas vezes a associar seu mal estar a uma condição clinica, normalmente uma cardiopatia ou algum problema neurológico. Assim é comum a busca insistente por médicos na procura de resposta para seu estado, e mesmo que os exames não revelem um problema causador ...

Leia mais...
Atenção: Caso não possamos atender sua ligação no momento, comunique-se através do whatsapp, e-mail ou serviço de "Como posso ajudar?" da página, que retornaremos o mais breve possível.